Folha de S. Paulo Online | 08/08/2019 02:30:00

Com a economia ainda fraca, varejo e indústria acompanham a volatilidade do câmbio. Caso se firme em patamar mais elevado, haverá dificuldade em repassar para os preços dos produtos.

“Como as importações foram feitas no passado, com câmbio menor ou hedge, se protege o produto por um tempo. Precisamos ficar atentos à permanência do dólar em patamar mais elevado, que pode gerar efeito negativo”, diz o assessor econômico da FecomercioSP, Guilherme Dietze.

CLIQUE AQUI e leia a matéria completa.