Terra – 31/10/2018 – 14h45

Se o excesso da bebida pode fazer mal, a quantidade correta dela no pré-treino melhora a realização dos exercícios e potencializa os resultados

Você já ouviu falar no café no pré-treino? Estudos mostraram que, além de fazer bem à saúde, a bebida também potencializa sua performance nas atividades físicas – sobretudo na musculação. A responsável por isso é a cafeína.

Segundo Mark Tarnopolsky, pesquisador da Universidade McMaster (Canadá), que nos últimos anos tem se debruçado como poucos nos estudos sobre os efeitos do grão, a cafeína tem a capacidade de baixar a percepção da fadiga no cérebro, de aumentar a concentração e o estado de alerta e de incentivar a liberação de cálcio nos músculos, mineral essencial para a contração muscular.

Benefícios do café no pré-treino

“Os estudos revelam que bastam duas xícaras de café diariamente, uma hora antes dos treinamentos, para que isso aconteça. Mais: a cafeína estimula você a se exercitar entre 10% e 15% mais tempo“, diz ele. E isso vale tanto para consumidores vorazes quanto para os que raramente tomam café. Sendo assim, confira alguns dos principais benefícios que a bebida trará para seu desempenho.

Foto: Getty Images / Sport Life
Quando ingerimos café, aquela sensação de alerta e de estarmos ligados no 220v ocorre por conta da cafeína – substância que atenua a sonolência e deixa o dia mais produtivo. E, de fato, muitos nem imaginam o poder que ela exerce sobre o cérebro. O consumo de uma simples xícara é capaz de estimular o sistema nervoso central a liberar dopamina para o restante do corpo (neurotransmissor da “motivação”). Isto significa que você terá mais disposição e energia para encarar as tarefas do dia a dia e, é claro, treinar de forma mais intensa.

Outro benefício relacionado ao estímulo do sistema nervoso é o aumento do foco. Assim, você dará não somente dará mais atenção à execução correta dos exercícios, como também irá se distrair menos com celular ou conversas paralelas durante o treino.

Foto: Getty Images / Sport Life

Em pesquisas realizadas no Japão, descobriu-se que o café promove um aumento de 30% na circulação capilar – que são os vasos sanguíneos menores onde ocorre boa parte do fornecimento de nutrientes e oxigênio para os tecidos do corpo. Ou seja: quando se ingere café no pré-treino, a bebida reduz sua percepção do nível de esforço, fazendo que você sinta a execução do exercício mais fácil do que é realmente – e, consequentemente, possa treinar além de seus limites.